Por uma alimentação mais saudável e Café da manhã dos campeões #1

Crepioca e vitamina

Quando criança, eu comia de tudo. Minha mãe sempre me incentivou a experimentar coisas novas, legumes duvidosos, combinações inusitadas. Por outro lado, apesar dos raros danoninhos, salgadinhos, passatempos e refrigerantes, nossa alimentação sempre foi relativamente saudável, algo que passei a prezar na minha vida adulta.

Mas como boa glutona, nunca deixei de comer nada, por mais gordo que fosse, e geralmente em grandes porções, muito maiores que o necessário. Minha sorte foi nunca ter tido tendência a engordar, mas junto com o sedentarismo, passei, há algum tempo, a me preocupar com a minha saúde mais que com minha silhueta. Faço exames periodicamente e nunca apresentei nenhum problema de saúde relacionado à alimentação. Pelo contrário, meus índices sempre surpreendem minha médica, que me trata há quinze anos. Continuar lendo