Cardápio da semana #15

CDS 15

No cardápio dessa semana tentei usar carne apenas em um dos pratos, mas estava com tanta vontade de comer uma massa a putanesca que relevei o fato de ela levar uns poucos gramas de anchova. O contra filé com chimichurri foi para aproveitar uma carne que sobrou de um churrasco, então não tinha como evitar (e eu não queria). E para festejar esse verão que está sendo mais ameno do que eu imaginava, uma moqueca deliciosa (e vegana). Continuar lendo

Attimo pós Jefferson Rueda

Attimo 4

Lá pelos idos de agosto, fui conhecer o Attimo. Atrasada. A casa pertencia, até pouco antes disso, ao restauranteur Marcelo Fernandes (Clos, Kinoshita e Mercearia do Francês) e ao chef Jefferson Rueda. Jeffim, como é chamado por aí, deixou a cozinha ítalo-caipira do Attimo, que o fez conhecido e premiado, para tocar A Casa do Porco, restaurante e empório, especializado em porco e embutidos produzidos na casa.

Depois de sua saída, o cardápio sofreu alterações importantes e, ainda que alguns pratos clássicos tenham se mantido, muitos deles deram lugar a outros, com inspirações muito diferentes e um tom muito menos autoral. Continuar lendo

Cardápio da semana #14

Sem Título-1

Antes de algumas transformações no cardápio de casa, sobre as quais vou falar em breve por aqui, rolou esse cardápio semi-vegetariano, com direito a massa gostosa cheia de vegetais, rámen sem carne e com muito sabor e um experimento que deu muito certo. Tenho experimentado assar vegetais que não costumamos cozinhar dessa forma e os resultados têm sido excelentes, até agora. Dessa vez, a cobaia foi a erva-doce, que deve ser, hoje, meu vegetal assado favorito do universo. E é muito fácil de fazer! Continuar lendo

Cardápio da semana #12

cardápio da semana 12-2

Tem uma massa que eu adoro fazer porque é muito simples e deliciosa, mas super pesada. Por isso, faço só de vez em quando. Essa semana também teve arroz e feijão, porque eu estava com saudade, com acompanhamentos vegetarianos, e um tomate recheado que eu nunca tinha feito e ficou excelente. Continuar lendo

Cardápio da semana #6

Nova Imagem (1)

E fiz a cirurgia de retirada da vesícula. Como tive que poupar esforços físicos nos primeiros dias, abasteci o congelador com uns pratos que encomendo de vez em quando, para ter no caso de emergências. A comida é da Silvia, do Vó Bayge, e é a maior mão na roda. Eu, que gosto de comida caseira e gostosa e prezo pela qualidade de ingredientes e pela alimentação natural e saudável, fico sempre satisfeita com os pratos dela, e eles quebraram um galhão durante minha primeira semana de recuperação. Mas lá pelo décimo dia, eu já estava sentindo muita falta de cozinhar e de comer minha comida. Daí, surgiu esse cardápio: leve, mas nem tanto. Porque, depois de tanta sopa e coisinha leve, eu bem que merecia uma fritura, mesmo que fosse de couve-flor. O médico não fez nenhuma restrição alimentar, apenas pediu para fazer refeições pequenas, que eu já costumo fazer, e ir sentindo o que conseguia e o que não conseguia comer. Até agora, só senti melhoras. Minha digestão está melhor que nunca e não senti uma dor sequer (fora as dores normais da cirurgia). No mais, estou tentando colocar em prática a diminuição do consumo de carne, pelos motivos de sempre (preservação dos recursos naturais, boicote à produção industrial de carne que utiliza métodos cruéis e melhora da saúde), principalmente depois que assisti ao documentário Vegucated, sobre alimentação vegana (Deu pra assistir a um monte de filmes durante a recuperação!), que fala tudo que eu já sabia (mas que talvez você que não se interessa muito pelo assunto não saiba), mas mostra imagens chocantes. Eu já procurava não comer carne de dois a três dias da semana, e resolvi inverter. Até agora funcionou de forma excelente!

Continuar lendo

Dia dos Namorados no Jun Sakamoto

jun sakamoto 4

Fazia tempo que eu sonhava com uma comida japonesa deliciosa. Sashimis bem cortados e nada de salmão ou, pior, truta salmonada. Nada contra salmão, mas a costa brasileira tem uma variedade enorme de peixes e é como se tivesse só uma. Aliás, que eu saiba a maior parte do salmão consumido aqui nem da nossa costa é. Sushis de verdade, autênticos, e, mesmo que não tradicionais, respeitosos dos ingredientes principais (o peixe, no caso). Cream cheese e outras aberrações não entram na categoria, ok? Rodízio também está fora de cogitação, porque frescor é o mínimo que se espera de qualquer comida, ainda mais de algo tão delicado como as iguarias em questão.

Continuar lendo

Cardápio da semana #5

cardápio da semana 5-13

Essa semana, tentei manter as coisas leves, mas mantive o bacon no refogado do grão de bico e a manteiga no purê de batata doce, porque não gosto de restrições extremas. Minha saúde anda bem, logo mais eu opero, e nada como um pouquinho de gordura saborosa dia ou outro para animar a vida, né? Para compensar, caprichei na salada e escolhi proteínas mais magras. Tentei fazer a tilápia no forno, mas não rolou, e por isso passo minha receita dela frita mesmo. Continuar lendo